Obra, que pertencia ao banqueiro Edemar Cid Ferreira, foi leiloada pela Sotheby’s, de Londres

hannibal 73514SÃO PAULO - Leiloado pela Sotheby's de Londres, na sexta-feira, o quadro Hannibal, do artista americano Jean-Michel Basquiat, alcançou a marca de R$ 80 milhões (9,6 milhões de libras) e foi o destaque da noite dedicada à arte contemporânea na sofistica casa de leilões.

A obra, uma das mais famosos de Basquiat, pertencia à Cid Collection, acervo de arte do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, dono do Banco Santos, liquidado em 2005. Assim, o dinheiro arrecadado no leilão vai reforçar o caixa da administração da massa falida da instituição, que ainda tem dívidas de R$ 1,8 bilhões na praça.

— A venda do quadro deve ampliar em 50% o rateio (de ativos do banco) que será pago aos credores até o final do ano. Em vez de R$ 50 milhões, agora devem ser distribuídos entre R$ 75 milhões e R$ 80 milhões — disse Vânio Aguiar, o administrador da massa falida do Santos.

O Santo foi liquidado pelo Banco Central no final de 2004, e teve a falência decretada no ano seguinte. O rateio dos ativos liquidados deve beneficiar cerca de 2.000 credores que continuam na fila para reaver recursos que tinham aplicados no banco.

30 últimas notícias