Lothar Charoux

  • Lothar Charoux

    lothar 174b41912 - 1987

    Austríaco nascido em 1912, Lothar Charoux começou logo cedo a aprender técnicas de pintura com seu tio, que era escultor.

     Em 1928 veio para São Paulo. Nos anos 30 entra para o Liceu de Artes e Ofícios, onde, na década seguinte, conhece Waldemar da Costa, com quem passou a estudar pintura. Mais tarde tornou-se professor no Liceu e no Senai.

     Nesta época, Charoux ainda não havia enveredado pelos caminhos da abstração. Sua fase inicial caracteriza-se por obras de cunho cubo-expressionistas, o que foi sendo transformado vagarosamente ao longo dos anos, até chegar aos limites da abstração. Logo o artista encontraria sua marca própria e seria fiel a ela até o fim: a composição abstrata geométrica.

     

     Em algumas de suas obras, o plano de fundo é sobreposto por linhas, estas de cores acentuadas, fazem um contraste com o outro plano, e dão impressão de estabilidade, até serem desviadas, quebrando o equilíbrio da obra. Outras vezes estas linhas se assemelham a cordas de um instrumento musical, e parecem vibrar ao contrastarem com a cor de fundo, geralmente negra ou neutra.

     Sua primeira exposição individual ocorreu em 1947, na Galeria Itapetininga.

     

     Ajudou a criar o Grupo Ruptura, em 1951, e a Associação de Artes Visuais NT –Novas Tendências, em 1963.

     Em 1971 foi eleito o melhor desenhista de São Paulo pela Associação de Críticos de Arte.

     Lothar Charoux foi convertendo sua obra aos poucos, experimentou vários estilos, e quando alcançou uma maturidade em sua abstração, não a abandonou mais.

     Faleceu em 1987, na cidade de São Paulo.