Waldo Bravo

Exposições fantasmas no exterior:

fuja dessas armadilhas!

Você foi convidado para expor no exterior?. Em Paris, em Washington, New York, no Caribe, nas “Arábias” ou em outros lugares, com a promessa de divulgar sua arte fora do Brasil por uma módica quantia em U$?. Cuidado, não entre nessa, não jogue seu dinheiro fora.

De modo geral essas mostras são feitas por “mercenários da arte”, as vezes em lugares alternativos sem importância, outras em espaços de quinta categoria ou, nas situações extremas, fazem uma exposição fantasma, fingindo e enganando os artistas participantes.

Alguns desses picaretas usam nomes de marchands, ou curadores sem saber sequer o significado destas palavras; entretanto sabem muito bem o significado de U$ e R$.

Convidam todo mundo, formando grupos sem propostas nem conceitos artísticos, com critérios unicamente mercenários, onde se vende o falso glamour de mostras no exterior, com falsas promessas de “rios” de vendas e divulgação.

Não se iluda, venda não prestígio. dinheiro. Quem procura somente retorno financeiro na arte, jamais será um artista importante.

Uma sólida carreira artística, de prestígio, constroe-se sem precisar pagar nada para ninguém. E não tem essa de que “não me dão oportunidades para mostrar meu trabalho”. Tem oportunidades para todos, sim e de graça. É saber onde procurar.

Tem muita gente séria e honesta no mundo da arte, incentivando e apoiando artistas através de oportunidades importantes e sem custos.

Saiba escolher melhor as suas companhias!. Afaste-se dos mercenários e não esqueça do ditado: “Diga-me com quem andas e te direi quem és”.